Get Adobe Flash player
Para o senso comum, não há nada pior do que a rotina. É muito comum vermos pessoas falando que “terminaram o casamento por conta” dela ou sua vida está na mesmice, entre outros argumentos. Entretanto, para o bruxo, a rotina é uma ferramenta muito importante. Mas o que é mesmo a rotina para os bruxos e para que ela serve?
A palavra rotina para um bruxo não significa a mesma coisa que para a sociedade comum. Enquanto esses acreditam que a rotina é a culpada pelo desgaste da vida amorosa ou ainda a saturação do cotidiano; para aqueles, ela se constitui como uma importante ferramenta de aprimoramento para o uso mágico. Sabe aquela meditação que você sempre faz antes de ir dormir? Quando você faz isso todo dia, isso se torna uma rotina mágica. Se, pela manhã, você saúda os seus Deuses de culto pessoal ou os Guardiães das Torres de Vigia, isso também é uma rotina mágica.  Sua utilidade é grandiosa.
Mas, daí, você pode dizer que “a egrégora do Patriarcado me faz chegar em casa cansado todo dia e, por isso, não consigo seguir a rotina que programei.” Eu sei. Eu entendo isso. Eu sofro com isso também. Eu também tenho uma vida estudantil, familiar, emocional e profissional. E mágica. Como prosseguir com a rotina mesmo assim?
Primeiro, você tem de lembrar que a rotina te conecta aos Deuses. Quanto mais você pratica, mais conectado você fica. No começo é difícil. Eu sou professor, eu levo trabalho para casa e, antes da tarde, ainda estou na faculdade. Mas me esforço. A minha recompensa é o contato dos Deuses. Sabe quando você diz para sua Mãe que está cansado e ela diz que te dará forças? É essa a relação criada. A egrégora que você cria com os Deuses se torna cada vez mais forte. Sua ligação  com os Deuses só aumentará. Segundo, que a continuação da rotina confirma seu compromisso com os Deuses. É a eles que você serve. Então, demonstre a Eles como é importante para você a presença Deles em sua vida.
Acredite, a dureza das rotinas mágicas é que a egrégora do Patriarcado tenta nos impedir de continuar nosso serviço a Grande Mãe. Mas quando você se esforça... a sua vida se transforma. A rotina mágica nos mostra que toda a nossa vida é mágica. Eu sou um ser humano em serviço aos Deuses a todo momento. Não apenas nos Sabás ou Esbás. Não apenas nas horas que sobram. Estou a serviço Deles o tempo todo. Difícil é me dizer a hora em que não estou a serviço Deles. Em contrapartida, os Deuses também ficam a todo momento conosco, no auxiliando.
Se você estabeleceu para você uma rotina mágica, apesar de todos os problemas se esforce para cumpri-la. Seu contato com os Deuses se tornará mais profundo. Sua identidade mágica se fixará e você verá que todo seu esforço valeu a pena.
Lugh Cerdorrion Herne é Colaborador do Portal Antigos Caminhos e dedicado do Grove da Roda de Prata